img-0

Vazamento de Dados e Conformidade com a LGPD: Casos Recentes e Medidas de Proteção

Rafael
Rafael Susskind
Newsletter

Vazamento de dados do INSS: 40 milhões de beneficiários afetados

Em nota oficial, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) confirmou um vazamento de dados que afetou aproximadamente 40 milhões de beneficiários. As informações vazadas incluem dados cadastrais como nome, CPF, tipo de benefício, data de concessão e valor recebido.

O incidente ocorreu devido à distribuição de senhas a outros órgãos federais, como a Controladoria-Geral da União e a Advocacia-Geral da União, sem monitoramento e controle adequados. Isso permitiu que servidores, mesmo após deixarem suas funções, mantivessem acesso não autorizado ao Sistema Único de Informações de Benefícios (Suibe).

Além disso, o sistema comprometido carecia de medidas de segurança essenciais, como autenticação de duplo fator, certificado digital e criptografia, que poderiam ter mitigado o risco ou reduzido o impacto da invasão.

Após a conclusão das análises, o INSS encaminhará o caso à Polícia Federal para investigação. Antes da implementação das novas medidas de segurança, o Suibe foi temporariamente desativado, afetando a produção de estatísticas, incluindo o Boletim Estatístico da Previdência Social (Beps).

Fonte: MSN

TCE-AM avalia implementação da LGPD nos órgãos públicos

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) iniciou uma auditoria para avaliar a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) nos órgãos públicos estaduais e municipais.

Gestores estão sendo solicitados a responder um questionário até 12 de julho, fornecendo informações sobre as medidas adotadas para garantir a conformidade com a LGPD. Com base nas respostas recebidas, os auditores do TCE-AM elaborarão relatórios para orientar os gestores na adequação às exigências legais.

Essa auditoria é fundamental para assegurar que as instituições públicas estejam em conformidade com a LGPD, protegendo assim os dados pessoais dos cidadãos e garantindo transparência nas práticas de tratamento de dados.

Fonte: tce.am

Golpes digitais no Brasil: 4 em cada 10 Brasileiros são vítimas

Uma pesquisa recente, divulgada no Relatório de Identidade Digital e Fraude 2024, da Serasa Experian, informou que 4 em cada 10 brasileiros foram vítimas de golpes digitais, com perdas médias de R$ 2.288 por pessoa. O estudo indicou que indivíduos com maior poder aquisitivo são mais frequentemente alvos, apesar das fraudes ocorrerem em todas as faixas de renda. Pessoas acima de 50 anos foram as mais afetadas, respondendo por 48% das vítimas.

Empresas também estão intensificando sua preocupação com fraudes, com 58% delas relatando um aumento dessa preocupação nos últimos dois anos. O relatório frisou a importância de implementar estratégias eficazes de segurança da informação para mitigar e reduzir o impacto desses incidentes.

A pesquisa, realizada em novembro de 2023 com 804 entrevistados, destacou que os golpes mais comuns incluem o uso indevido de cartões de crédito por terceiros e falsificações de boletos ou Pix. Esses resultados mostram a importância das empresas se adequarem à LGPD e adotarem medidas de segurança da informação e privacidade. Além de proteger os consumidores, tais medidas fortalecem a reputação e a confiança no mercado, diante do aumento das violações e uso de tecnologias.

Fonte: notícias.rt

Mantenha-se informado e proteja seus dados!

Com os recentes vazamentos de dados e o aumento dos golpes digitais, é crucial estar sempre atualizado sobre as melhores práticas de segurança da informação e conformidade com a LGPD. Proteja suas informações pessoais e ajude a construir um ambiente digital mais seguro e confiável.

Não perca as últimas novidades e dicas de proteção de dados! Assine nossa newsletter e fique por dentro de tudo o que você precisa saber para se proteger.

Tags :

Compartilhe esse artigo:

Confira outros posts

Copyright © 2023 DPO Expert. Todos direitos Reservados. Desenvolvido por img-7 Zoom Propaganda.